Diogo Álvares Corrêa Caramuru. Patriarca do Brasil

Código: 9VMAFRV4K
R$ 45,00 R$ 30,00
até 12x de R$ 2,50 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 30,00 sem juros
    • 2x de R$ 15,00 sem juros
    • 3x de R$ 10,00 sem juros
    • 4x de R$ 7,50 sem juros
    • 5x de R$ 6,00 sem juros
    • 6x de R$ 5,00 sem juros
    • 7x de R$ 4,28 sem juros
    • 8x de R$ 3,75 sem juros
    • 9x de R$ 3,33 sem juros
    • 10x de R$ 3,00 sem juros
    • 11x de R$ 2,72 sem juros
    • 12x de R$ 2,50 sem juros
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

80 páginas

A história de Diogo Álvares Corrêa é de uma riqueza fantástica, verdadeiramente fascinante. Aventureiro, de espetacular chegada à Bahia, adaptou-se facilmente ao ‘modus vivendi’ dos nativos. Exímio articulador e portador de liderança inquestionável, conhecia os limites dos índios e as ambições dos brancos.

O Caramuru, nome do batismo tupi, foi o primeiro habitante branco do território que integraria a futura capital brasileira, Salvador. Primeiro poliglota da Bahia, falava português, galego, francês e tupi. Muito inteligente, tinha plena consciência de que as terras descobertas em 1500, por Pedro Álvares Cabral, seriam colonizadas pelos franceses, espanhóis ou portugueses. E dentro dessa visão, atuou como elemento moderador, apoiando os interesses dos brancos, mas defendendo os índios contra os abusos dos europeus.

Enfim, foi um homem predominantemente de paz e muito respeitado pelos nativos e forasteiros. Era desambicioso em fazer fortuna com aventuras perigosas, como enveredar pelo sertão à procura de minas de ouro ou prata. Na região que adotou como pátria definitiva, Caramuru morou somente em três locais, na seguinte ordem: Rio Vermelho, Barra e Graça.

Do rincão dos tupinambás, Caramuru somente se afastou em duas ocasiões. A primeira, em 1527, quando foi à França, em missão comercial, para uma permanência de quase quatro anos, juntamente com a índia Paraguassú, levados por Jacques Cartier. A outra viagem importante ocorreu em 1546, quando foi à Capitania de Porto Seguro em missão política.

Produtos relacionados

R$ 45,00 R$ 30,00
até 12x de R$ 2,50 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Ubaldo possui dezenas de trabalhos centrados nas temáticas em que é especialista: turismo, cultura, história do Rio Vermelho, história dos charutos, histórias de Caramuru e Catharina Paraguassú, biografias familiares e empresariais. Das 21 obras editadas, 14 estão relacionadas com o Rio Vermelho.

Social
Pague com
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Ubaldo Marques Porto Filho - CPF: 048.093.605-63 © Todos os direitos reservados. 2021