Suerdieck Epopéia do Gigante

Código: 4BBS7AB9L
R$ 130,00 R$ 110,00
até 12x de R$ 9,16 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 110,00 sem juros
    • 2x de R$ 55,00 sem juros
    • 3x de R$ 36,66 sem juros
    • 4x de R$ 27,50 sem juros
    • 5x de R$ 22,00 sem juros
    • 6x de R$ 18,33 sem juros
    • 7x de R$ 15,71 sem juros
    • 8x de R$ 13,75 sem juros
    • 9x de R$ 12,22 sem juros
    • 10x de R$ 11,00 sem juros
    • 11x de R$ 10,00 sem juros
    • 12x de R$ 9,16 sem juros
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

400 páginas


A epopeia da Suerdieck começou em 1892, na cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, como exportadora de fumos para as fábricas europeias de charutos. Entrou na manufatura de charutos em 1905, com uma fábrica em Maragojipe, também localizada no Recôncavo. Em 1935, ao completar 30 anos produzindo charutos, inaugurou a segunda fábrica, na cidade da sua origem, Cruz das Almas. No ano seguinte, abriu a terceira e última fábrica, em Cachoeira, a mais importante cidade do Recôncavo.

Em 1955, ano do cinquentenário dos charutos, a unidade de Maragojipe constituía-se na maior fábrica de charutos da América Latina  e a Suerdieck, no conjunto das três unidades, na maior produtora mundial de charutos totalmente artesanais. Tinha um quadro fixo de 4.500 empregados.

Seu vertiginoso crescimento  possibilitou o surgimento de um império  formado por 16 empresas: 12 no Brasil e quatro na Europa (três na Alemanha e uma na Suíça). No plano internacional, num universo de milhares de manufaturas espalhadas pelos cinco continentes, a Suerdieck figurou no pódio dos maiores fabricantes. No exterior, o nome 'Suerdieck Bahia', sempre presente nos anéis dos charutos, significava Charuto do Brasil.

Para reconstituir a longa trajetória, Ubaldo pesquisou centenas de documentos e entrevistou dezenas de pessoas que participaram da etapa final do antigo império. Ele próprio foi testemunha dessa fase, pois trabalhou na Suerdieck de 1965 até 1969.

O livro, com 400 páginas no formato grande (18,5x25,5), contém 446 lustrações, segredos na fabricação dos charutos e a relação das 464 marcas, sendo que chegou a ter 300 na linha de produção simultânea.

Não há, na história dos charutos brasileiros, nenhum livro com a riqueza de informações que ‘Suerdieck, Epopeia do Gigante’ oferece aos pesquisadores e leitores em geral.

Produtos relacionados

R$ 130,00 R$ 110,00
até 12x de R$ 9,16 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Ubaldo possui dezenas de trabalhos centrados nas temáticas em que é especialista: turismo, cultura, história do Rio Vermelho, história dos charutos, histórias de Caramuru e Catharina Paraguassú, biografias familiares e empresariais. Das 21 obras editadas, 14 estão relacionadas com o Rio Vermelho.

Social
Pague com
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Ubaldo Marques Porto Filho - CPF: 048.093.605-63 © Todos os direitos reservados. 2021